“Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.” Henry Ford

 

Eu já estava super preocupada aqui, pensando em como eu sou uma inútil sem criatividade, por não ter idéia do que postar nesse blog de sociologia. Tive dois trabalhos de sociologia para fazer, e foi então que lendo a apostila de sociologia, vi um assunto que me chamou muito a atenção. O Etnocentrismo. E esse é o meu assunto dessa semana. Eu particularmente, gostei muito ao pesquisar sobre o Etnocentrismo, pois ele engloba muitos assuntos antigos e atuais. Agora chega de introdução, e vamos ao objetivo.

Para quem não sabe o Etnocentrismo avalia o outro sobre a sua óptica fazendo um julgamento de inferioridade ou superioridade diante de valores culturais e morais. O Etnocentrismo tem uma visão de mundo com dificuldade de aceitar as diversidades do outro, por isso ele engloba vários assuntos, como o preconceito, o valores que cada sociedade impõe, que o capitalismo impõe, as guerras, o egoísmo, e etc.

Etnocentrismo é algo muito praticado hoje em dia, por quase todas as pessoas. Quando achamos que somos melhores que os outros, quando não respeitamos as diferenças, e a individualidade, estamos praticando o Etnocentrismo. Achar que nossa raça, nosso país, ou nosso grupo é superior a outro, isso é etnocentrismo. O etnocentrismo esta por toda parte hoje em dia, e esta por trás de grandes problemas, como o bullying, a exploração de trabalho e a diferença da classe social. Essa pratica pode causar sérios danos, e destruir outros povos. Uma das razões da existência do etnocentrismo é que muitas pessoas fazem um pré-julgamento sobre, as outras pessoas, ou sobre a cultura, ou sobre o país, ou seja, julga antes de realmente conhecer a fundo. O preconceito, o racismo e todo o tipo de discriminação esta dentro do etnocentrismo, e isso já se faz presente a muito tempo no mundo. Quando os povos eram escravizados e subjugados, era uma forma de etnocentrismo. Estudamos em historia, como os colonizadores queriam impor sua religião para os índios, por exemplo, pois eles os consideravam não civilizados, achavam que sua forma de cultura era errada, e que a deles sim, europeus, era a certa. O mundo de antigamente, como o de hoje, se tornou por assim dizer, indefeso. Citei a escravidão que é algo de anos atrás, mas com o passar dos anos, isso não mudou. Com o passar das décadas, mesmo com o avanço da tecnologia, a melhora no padrão de vida das sociedades surgiram ditadores que se achavam de uma raça superior, como o (tão odiado, pelo menos por mim) Hitler e sua soberania, e hoje em dia assim como antigamente os Estados Unidos ainda se considera o melhor país do mundo! Temos também o preconceito entre etnias iguais e diferentes. A homofobia, discriminação contra homossexuais, é sim, uma forma de etnocentrismo. Não se deve julgar uma pessoa, pela sua opção sexual, e sim por seu caráter. Uma pessoa pode ter índoles boas, ou más, sendo homossexual ou hétero, sendo branco, negro, ou asiático, ou rico ou pobre. E então com um pré-julgamento, e uma generalização, pessoas são classificadas em grupos. Como por exemplo, acontece no bullying. Pessoas passam a ser chamadas de caretas, patricinhas, nordestinos, nerds, gay, etc.

Durante a minha pesquisa sobre etnocentrismo, que realmente me chamou muito atenção, e me deixou muito intrigada, descobri filmes, que tem cenas em que podemos dar como exemplo o etnocentrismo, como: no filme Alexandre o grande. O personagem principal vai conquistando terras e mais terras e vai tendo problemas culturais, também no filme As cruzadas, com o propósito de levar a palavra de Deus aos “bárbaros”.

São incontáveis as vezes que uma cultura, foi sub-julgada por outra, como por exemplo: Bush que continuou achando que o Iraque precisava de uma democracia, e a chamada “democratização” daquele país está o destruindo. E mesmo assim, infelizmente não aprendemos com isso.

O Etnocentrismo, engloba todos os tipos de preconceitos, e pensamentos de superioridade, pois ao meu ver, todos tem a mesma raiz, é a ação dos seres humanos de sempre julgar o próximo, e de muitas vezes querer que tudo seja igual, tenha um padrão do que é certo, e o que é errado, do que é bonito e o que é feio, do que é simples e o que é sofisticado, quando na verdade, nada é igual, tudo, e sim, tudo sem exceção, por mais semelhante que possa parecer, pode ter certeza, é diferente em algum detalhe.

Muito de vocês podem rir agora do que eu vou falar mas, eu me lembro muito bem do desenho da disney do Tarzan, quando ele pergunta para o seu pai gorila, assim: “Porque com a diferença você se sente ameaçado?” E não é isso mesmo que acontece? Como eu vi em um vídeo, e concordo totalmente “Nós temos que começar a conhecer a diferença não como ameaça a ser destruída, mas como alternativa a ser preservada.”

Devemos dizer não aos preconceitos, e a intolerância, e deixar de fazer com os outros o que não gostaríamos que fizessem conosco.

Bom, para complementar, vocês sabem como eu sou muito conectada a música, e relaciono tudo a ela, eu achei uma música um pouco antiga do Black Eyed Peas, que tem tudo a ver com isso, tudo mesmo, eu fiquei até emocionada. Diferente do meu outro post, dessa vez essa música não me inspirou para o assunto, mas essa música com certeza pode ser usada como trilha sonora, ajudando a refletir sobre ele. Esta ai o vídeo com a tradução. Se você chegou aqui, é porque teve paciência de ler tudo isso, e eu agradeço muito por sua atenção.

 

Luísa Murta, 25

212Mb

 

 

“Ninguem pode notar estao muito ocupados pra pensar” Raul Seixas

Estava procurando uma frase para a ” frase da semana” e acabei encontrando está frase que apesar d’eu não saber muito este estilo Raul Seixas de ser, cantar e passar as mensagens que ele ja passou.. No entanto indo mais além do que isso.. parei para pensar justamente na parte em que diz assim “estão muito ocupados pra pensar”, então parei, fiquei pensando por que essa frase me tocou e ligando a a cultura de massificação e o capitalismo compreendi que é praticamente impossivel se pensar em uma sociedade como a do Brasil, por que se por algum acaso o seu pensamento foi muito radical você é jogado à margem, essa é a principal caracteristica do capitalismo atual , não deixar que tenhamos pensamentos que realmente queremos, por que quando você é “o diferente” as pessoas comentam, te olham, falam, fazem brincadeiras de mal gosto, reprimindo assim o seu modo de pensar e agir e isso é obra do capitalismo. Mas vontando na músicas, ocupados com o que? Muitas pessoas dizem que pensam muito, mas será que estas muitas pessoas param para realmente fazer um pensamento, mas que seja diferente, não um pensamento que todo mundo ja conhece e também ja pensou, um pensamento PRÓPRIO! É bem dificil, e sem percebermos reprimimos idéias novas que surgem por que isso é o que o capitalismo nos implantou.

 

Francine Duque – 212 MB

“Estamos vivendo um período de mudanças…

Como é desconfortante lidar com a mudança, como ela mexe com a gente!

Para pessoas extremamente negativas como eu, nada vai dar certo! Sempre penso assim.

Mas o ser humano é camaleônico, acaba achando um jeito de se adaptar.

Estou triste e angustiada com tudo o que está vindo pela frente. E olha que a minha vida tá um turbilhão nesse momento.

Vou tentando assimilar tanta novidade, afinal, desde o início do ano, tudo tem sido assim, um amontoado de mudanças.

Acho que estou mesmo envelhecendo! Não encaro mais a mudança como um desafio, e sim como agressão.

É esperar, e ver pra crer!”
Texto tirado da Internet

Comentário:
Acho que nós, SERES HUMANOS, não estamos adaptados a mudanças, pelo menos não a maiores mudanças, talvez tenhamos medo de sermos radicais, talvez seja uma coisa de antepassados, sei lá, não sei o que origina a NÃO aceitação de uma mudança. Tenho comigo que nós seres humanos não gostamos de sair do normal, somos sedentários, gostamos da rotina, da mesmice já que na rotina tudo esta no seu controle, e a mudança foge de tudo isso, é você inovar a cada dia, é você procurar viver cada dia de uma forma diferente, é não se contentar em ter a mesma vidinha ridícula, todos os dias, é saber inovar, É isso que o homem precisa inovação, em todos os campos, inclusive o mental.
Eu particularmente fujo do padrão humanóide, a partir dessa teoria, já que para mim mudança é essencial, mudo constantemente, todos os dias, a cada segundo, não só na idade, pois a casa segundo que passa ficamos mais perto da morte, mas mudo os meus pensamentos, talvez algo que não concordava antes hoje em dia eu já concordo, talvez a maneira com que estava ontem já não seja a mesma. Talvez eu simplesmente mude por que é algo que acho normal, eu aceito mudança, gosto de coisas novas, não me contento com um padrão, porque sempre fujo dele.
E por causa desse motivo muitas pessoas não me entendam, e talvez por isso muitas pessoas me julgam de forma errada, talvez por isso muitas pessoas se afastem de mim, talvez por que elas gostam da pessoa que era a 5 anos atrás, e não se conformam que eu mude, pois mesmo pessoas que eu achava que já tinham se acostumado com a minha constante mudança de personalidade, não, não sou duas caras, ao contrario sou muito verdadeira, tudo que tenho para falar para uma pessoa eu digo à ela, não fico de fofoquinha pra lá e pra cá.. mas é meu jeito tenho dificuldade de não mudar, pois adoro cada dia ser uma pessoa diferente, mas é uma pena que as pessoas não ser adaptam a isso. Não digo que você tem que mudar, que tem que ser uma incógnita a cada dia, mas só peço, renove pelo menos uma vez no mês, e com isso vai ver que mudança tem seus lados positivos. Pois quem são seus amigos de verdade já lhe conhecem, e sabem que isso é normal, e com certeza nessas mudanças você vai perceber quem é seu amigo de verdade, quem realmente você pode contar, quem sempre pode confiar, e irão aparecer pessoas que te mostraram que o seu jeito de mudança é sempre bom, desde que seja para melhor.

Pense nisso. Mude, Inove, não seja mais um!

 

Francine Duque – 212 MB

;

Colocar o EU em primeiro lugar é comum, tão comum que ocorre a todo instante, o individualismo, o egoísmo, o orgulho, o abuso de autoridade, a ignorância, a sociedade, o dinheiro, a vida, tudo aponta para um só lugar… o EU MESMO. Na sua vida o centro das atenções é ninguém mais, ninguém menos que você, isso não te assusta porque é verdade. Você corre atrás daquilo que te agrada e te satisfaz, afinal, pra que pensar nos outros se isso não vai te ajudar em nada, ou vai? Eu não sei dizer, na verdade você que sabe. Já pensou viver sozinho, isolado, só você e você mesmo, talvez fosse melhor, talvez vivesse sem problemas, sem amigos, sem família, sem amores, sem política, sem internet ? Sem problemas, qual a graça da vida ? A união, o compartilhamento, as diferenças e o aprendizado, essa é a graça da vida, quem nunca precisou de alguém ? Que tal parar de pensar somente em você e começar a pensar naqueles que te amam, que querem o seu bem ? Comece a prestar atenção a sua volta você não está sozinho no mundo .

Ianne Alves – 212MB

Música:  Price Tag (tradução)

Parece que todo mundo tem um preço,
Eu me pergunto como eles dormem a noite.
Quando as vendas vem em primeiro lugar,
E a verdade vem em segundo lugar,
Apenas pare por um minuto e
Sorria

Por que todos são tão sérios?
Agindo tão misteriosamente
Você tem seus óculos escuros
E seus salto-altos altíssimos
Que você não pode nem mesmo ter
Uma boa diversão

Todo mundo olha para a esquerda
Todo mundo olha para a direita
Você pode sentir isso?
Estamos pagando com amor esta noite …

Não é sobre o dinheiro, dinheiro, dinheiro
Nós não precisamos de seu dinheiro, dinheiro, dinheiro
Nós só  queremos fazer o mundo dançar,
Esqueça o preço.

Não é sobre o Ching, Ching.
Não é sobre o  Bling, Bling
Quero fazer o mundo dançar,
Esqueça o preço.

Precisamos voltar no tempo,
Quando a música nos tornava unidos!
E não tinha golpes baixos e vídeos de vadias,
Eu sou a única ficando cansada?

Por que todos estão tão obcecados?
O dinheiro não pode nos comprar a felicidade.
Se todos nós diminuirmos e apreciar agora
Garanto que nos sentiremos
Bem.

Todo mundo olha para a esquerda
Todo mundo olha para a direita
Você pode sentir isso?
Estamos pagando com amor esta noite …

Não é sobre o dinheiro, dinheiro, dinheiro
Nós não precisamos de seu dinheiro, dinheiro, dinheiro
Nós só queremos fazer o mundo dançar,
Esqueça o preço.

Não é sobre o  Ching, Ching.
Não é sobre o Bling, Bling
Quero fazer o mundo dançar,
Esqueça o preço.

Bem, vamos manter o preço
E pegar o dinheiro de volta
Apenas me dê seis correntes e meia pilha
E você pode manter os carros
Deixe-me a garagem
E tudo o que eu
Sim, tudo que eu preciso são as chaves e as guitarras
E adivinha só, em 30 segundos eu estou indo pra Marte
Sim, nós estamos indo contra estas probabilidades invencíveis
É como este homem, você não pode colocar um preço na vida
Fazemos por amor, então lutamos e sacrificamos todas as noites
Portanto, não vamos tropeçar e cair nunca
Esperando para ver, um sinal de derrota
Então, nós vamos deixar todos movendo os pés
Então, traga a batida de volta e todos cantam
Não é sobre

Não é sobre o dinheiro, dinheiro, dinheiro
Nós não precisamos de seu dinheiro, dinheiro, dinheiro
Nós só queremos fazer o mundo dançar,
Esqueça o preço.

Não é sobre o Ching, Ching.
Não é sobre o Bling, Bling
Quero fazer o mundo dançar,
Esqueça o preço.

 

Eu postei esse vídeo da musica Price tag, da Jessie J com o B.o.B, porque essa musica me lembrou, sobre a matéria do ano passado de sociologia, quando falamos do capitalismo, e da exploração das pessoas que passaram a valer por quanta técnica elas tivessem, e que tinha o socialismo, que se preocupava com o social, com a harmonia entre as pessoas e não com o capital, e também me lembrou a matéria da nossa primeira aula, em como até a cultura passou a ser vista como uma forma de hierarquia e por quão sofisticada e moderna ela é se torna superior em relação a mais simples, e como isso piora a cada ano que se passa, achei que seria bom, e importante relembrar sobre o assunto. A música fala sobre como nós estamos muito preocupados com dinheiro hoje em dia, usando o dinheiro para sermos melhores que os outros aparentemente; para sermos bem vistos pela sociedade. Como, esquecemos o que realmente importa, por causa do dinheiro, muitas vezes esquecemos quem somos, e para que estamos aqui. No vídeo, o fato dos objetos serem maiores que ela, a cantora, demonstra a importancia do que é “material”, como o objeto vale mais que nós mesmos, muito interessante também é na parte do vídeo que ela é uma marionete, simbolizando como somos controlados pelo dinheiro. Nessa música ela também critica os cantores atuais, que cantam por dinheiro, e cobram coisas caríssimas, e diz que ela canta por amor, e para fazer as pessoas dançarem, nada mais. Há pessoas que vêem com maus olhos, e acreditam que Jessie, a cantora, queria dizer mesmo era para esquecermos o preço que era cobrado, e estar lá para nos divertimos, atraindo então mais fãs para seu show, outros acreditam que quando ela diz “nós não precisamos do seu dinheiro” esta se desfazendo dos fãs que fazem tudo para ver sua apresentação. Mas o ponto mesmo, é a mensagem principal que a letra do musica nos traz. Apesar da letra se mostrar como algo muito pessoal, pois a cantora diz que esta cansada disso, e fala principalmente de como o dinheiro esta relacionado ao “comércio da musica ultimamente.” nós podemos levar isso para o mundo de hoje, não só em questões relacionadas a música.  Hoje em dia vivemos dentro do capitalismo, só queremos comprar, gastar e mostrar como somos superiores a partir do “poder” que o dinheiro nos dá. Nós estamos em uma época que esquecemos os verdadeiros valores das pessoas, e dos momentos. As pessoas não valem pelo quanto de dinheiro elas tem, como nos impõe o mundo de hoje, do capitalismo. E os momentos não são valiosos por quão sofisticados eles sejam. Acho que precisamos lembrar mais do que realmente importa para nós. Como o cantor B.o.B que participa da musica com a cantora Jessie J, diz:  você não pode colocar um preço na vida. Mas parece que podem pois é isso que o mundo de hoje tenta fazer, e consegue. Nós deixamos. Não importa mais quem somos. O corrupto rico vale mais que o bom caráter e o humilde homem pobre. Não devia ser assim, mas é. Aonde você se classifica? Você vale muito, ou pouco? O quanto você vale? Essas perguntas não deviam ser respondidas sobre o dinheiro.

Luísa Murta.

24/03/2011

212mb

Como é difícil fala em pessoas que são tão egoístas, mas um dos exemplos mais concretos que temos hoje em dia é o caso do Ditador da Líbia, Muammar Gaddafi, como todos sabem ele quer viver até o ultimo dia de vida dele no trono da Líbia. Veja por exemplo algumas frases desse ditador:
“Lutarei até a última gota de meu sangue.”

“Este é meu país, dos meus irmãos. Quero morrer no meu país e vou ser um mártir no fim.”

Pessoas como este homem, vamos por as claras, de acordo com o site Terra, ele ja está no poder a 42 anos e é e será muito dificil tira-lo agora que ja está acostumado com esse tipo de vida.

Tão preocupado com a aparência física dele, Muammar fez plasticas faciais para parecer mais novo, e tais cirurgias,por medo de algum ataque de nacionalista, foram até feitas por médico estrangeiros, que não moravam e nem eram nascidos na Líbia(como o cirurgião  plástico e o médico que fez implantação capilar, eram brasileiros), afinal ele não queria parecer para o povo um lider do poder velho.

Mas será que apos tanto tempo calado, o povo vai conseguir tira-lo do poder? O efeito dominó está acontecendo, porque inspirados nas revoltas sociais no norte da África o povo libanês pode tomar coragem pra tentar tirar Gaddafi do poder, pois ja com 68 anos de idade e depois de tanto tempo no poder está na hora de deixar de ser egoísta e pensar na quantidade de pessoas que ja morreram nessa revolta, na população da líbia que ele tanto diz amar.

Francine Duque – 212MB