“Pensar é o trabalho mais difícil que existe. Talvez por isso tão poucos se dediquem a ele.” Henry Ford

Arquivo para a categoria ‘Uncategorized’

Os Profetas Ecológicos. (Francine Duque)

Pensamos muito em preservar a nossa natureza, bem pelo menos a que nos restou, mas isso tem sido muito recente, várias pessoas a muiuto tempo antes de toda essa “moda” de preservação já se preocupavam com a nossa maior fonte de oxigênio, devemos, mesmo que por causa da “moda”, entrar nessa onda também e abrir os olhos de quem ainda está durmindo!
Precisamos de pessoas que ajudem, precisamos dos “PROFETAS ECOLÓGICOS” para que assim nós possamos ter uma consciência mais limpa e digna de um ser humano. Acredito que não fomos criados com a intenção de destruir, mas que esse é nosso estado natural, o que é dificil de evitar, mas difícil não pode se tornar impossivél, e ser for impossível por que não tentar ir contra o que os outros determinam ser “impossivél”?
Somos dependentes do pouco de natureza que nos resta. Será que ainda há pessoas que não perecebem que o “papelzinho de bala” no bueiro vai fazer a diferença? Ou será que sabem e mesmo assim o fazem?
As vezes me deparo com um a sociedade ignorante e que só pensa em si, completamente egoísta, com as enchentes, tsunamis, terremotos, tornados, isso tudo é fruto de uma natureza mal tratada de agora nos mostra as consequencia, não podemos mudar o passado, mas o presente está nas nossas mãos, e o futuro depende do nosso presente! Estamos experimentando apenas o começo de toda a destruição, mas será que as pessoas que continuam agindo como se nada estivesse acontecendo não pensam nos netos, filhos, sobrinhos, na geração futura? Para mudar o futuro, ou pelo menos tentar, devemos começar HOJE!

Mãos à obra!

Anúncios

Tempo onde colocamos nossa âncora. (Francine Duque)

“A busca da felicidade é o combustível que move a humanidade – é ela que nos força a estudar, trabalhar, ter fé, construir casas, realizar coisas, juntar dinheiro, gastar dinheiro, fazer amigos, brigar, casar, separar, ter filhos e depois protegê-los. Ela nos convence de que cada uma dessas conquistas é a coisa mais importante do mundo e nos dá disposição para lutar por elas. Mas tudo isso é ilusão. A cada vitória surge uma nova necessidade.[…] Vivemos uma época em que ser feliz é uma obrigação – as pessoas tristes são indesejadas, vistas como fracassadas completas. A doença do momento é a depressão. “A depressão é o mal de uma sociedade que decidiu ser feliz a todo preço”, afirma o escritor francês Pascal Bruckner, autor do livro A Euforia Perpétua. Muitos de nós estão fazendo força demais para demonstrar felicidade aos outros – e sofrendo por dentro por causa disso. Felicidade está virando um peso: uma fonte terrível de ansiedade.”
Revista SuperInteressante

“Passei a vida tentando corrigir os erros que cometi na minha ânsia de acertar.”
Clarice Lispector

Comecei a refletir por que sempre fazemos o que a Clarice Lispector relata na frase à cima, e percebi que muitas pessoas vivem infelizes a vida inteira pelo fato de procurar insistentemente a felicidade, e muitas das vezes a felicidade esta do lado mais próximo, e tal pessoa não consegue enxergar. Tentamos corrigir o que já não é mais possível, o tempo levou todos os seus erros, temos que olhar mais para frente para nos arrepender menos, e a certeza de que se esta fazendo o certo virá como uma conseqüência de viver o momento, aproveitar o que se passa e não olhar o que já passou. Torna-se infeliz eternamente se no seu passado você pendura uma âncora, que te prende aos seus passados e remorsos.

Passei a observar as pessoas a minha volta, e notei que é do ser humano, pelo menos os brasileiros, nós, temos mania de guardar sempre o que nos foi ruim, ou algo ruim que fizeram com a gente, é impressionante como a confiança se mira em vários atos maravilhosos, mas uma atitude errada estraga tudo e toda a confiança de muitos anos e muitas alegrias de milhões de atos, se esvai pelo ralo, é como uma folha de papel depois de dobrada a primeira vez nunca mais é a mesma, ou um pote de vidro depois que é quebrado, mesmo depois de várias fitas adesivas, tal pote jamais será o mesmo.

Somos dotados de erros, mas errar faz parte, afinal somos seres humanos nem nossos pais que são a quem consideramos heróis, nos educam totalmente certo, já somos educados cada um de um jeito, então conceito de errado e certo as vezes pode ser muito relativo, talvez o que para mim é certo para você pode não ser tão certo, e talvez por causa de uma briga dessas nossa amizade vá por água abaixo, o que é muito triste, não respeitamos os direitos dos outros e a imposição de opiniões e crenças tem estado cada dia mais comum.

Não busque a felicidade, deixe que ela te encontre!

Francine Duque

Sociedade Massificada! (Francine Duque)

“Catraca invisível” ocupa lugar de estátua

Sem que ninguém saiba como – e muito menos o por quê – uma catraca enferrujada foi colocada em cima de um pedestal no largo do Arouche (centro de São Paulo). É o “monumento à catraca invisível”, informa uma placa preta com moldura e letras douradas, colocada abaixo do objeto,onde ainda se lê: “Programa para a descatracalização da vida, Julho de 2004“. (Foto ao lado)

(Adaptado de Folha de S. Paulo).

Depois que li essse trecho do jonal Folha de S. Paulo, fiz o texto à seguir.

Personalidade Massificada!

Parei para observar percebi que todas as pessoas usam máscaras, usam máscaras para esconder as dores, usam mascaras parar fingir que está tudo bem, usam máscaras que o sistemas impõem, para serem um aglomerado de ninguém, onde todo mundo é igual e o diferente é feio, ridículo, menosprezado. E no fim do dia quando cada um tira a sua máscara, todas as outras máscaras deixaram marcas em você, e você já não é mais quem realmente gostaria de ser, você já não faz mais as coisas que realmente gostaria de fazer, você já não age como acha certo, você é apenas mais um do sistema! E tudo que você faz é por que o sistema criou um mercado competitivo, onde cursos e mais cursos ainda são poucos para o mercado de trabalho, o país está cada vez mais uniformizado!

Uma vez um professor de filosofia da escola disse lá na minha sala: “ Tente você, entrar todo rasgado, mulambento, em um clube, primeiro se te deixarem entrar, beleza, ai você vai, ou tenta ir, para onde acontece a festa, no meio da pista de dança! E quando você menos esperar, e sempre você perceber você estará à margem  da pista, por que as pessoas que estão no centro não aceitam “o diferente”, então você é excluído pelas próprias pessoas a sua volta.”
No começo eu achei um pouco exagerado, mas depois percebi que é a verdade, não existe ninguém do poder, realmente, que vem e diminui a sua idéia, pensamento, roupa diferente… São as pessoas a nossa volta que estão tão padronizadas que qualquer coisa fora desde padrão é excluído. E por onde esse sistema coloca essa idéia de padrão? PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, principalmente a TV! Ligue a sua TV, em um programa qualquer, procure uma mulher, repare nela… Geralmente loira, de cabelo liso, não muito gorda, nem magra demais, mas com uma barriga invejável por muitas mulheres, é basicamente este o padrão! Nós nos tornamos “marionetes” do sistema, somos vigiados e vigiamos a todo instante!

É imposto para nós seres humanos, uma espécie de catraca invisível, por onde temos que passar todos os dias, e só quem está igual a massa passa por esta. Pense em uma catraca no colégio, então tem o mesmo efeito, só se você estiver uniformizado devidamente e com o crachá você iria entrar na instituição de ensino. Esse é a finalidade, só passa quem está conforme ao sistema, não, você não é mais você, você é alguém que o sistema quer, você é apenas mais um!

Mas será que viemos ao mundo só para sermos mais um? No meu ponto de vista, viemos fazer parte da história e não para sermos um conjunto onde todo mundo pensa igual e pronto. Temos que ser diferentes, temos que pensar e agir diferente, por que essa catraca na sociedade tem trazido cada vez mais problemas e são problemas que no começo não são vistos como um “grande” problema, stress é um exemplo, mas ninguém pensa que com o stress vem a depressão, e como a depressão, mesmo que você não tenha tendência genética nenhuma, pode surgir um tumor que provavelmente dará origem a um câncer, e você viverá tentando encontrar uma cura ou alguma coisa que pare o seu processo de morte mais rápida; agora eu te pergunto, é assim realmente que você quer viver? Temos que parar com essa cultura de massa, com essa uniformização de pensamento, temos que fazer uma descatracalização!

Pense diferente, mude, não use máscaras, seja você mas seja você do jeito que você deseja, quantas vezes ouvimos alguém dizer que “fulano é louco, largou o emprego, de anos, que ganhava muito bem e foi morar em um “sitiozinho” em uma cidade qualquer”, é sim, esse o conceito de loucura, a pessoa simplesmente agiu conforme achou certo, talvez essa pessoa nunca fez o que ela quis, talvez esse emprego nunca foi o que esta pessoa sonhou, e resumidamente agiu como o sistema, e nesse dia que quis fugir do sistema foi chamado de louco. Não, ele não é louco, e agora que desistiu de seguir o sistema, “ o que é certo”, talvez agora, só agora, ele realmente fez o que ele quis, o que traria felicidade para ele.

Devemos romper barreiras para conquistar o que achamos certo conforme nossos pensamentos, somos diferentes e temos que mostrar isso, e assim aceitar que cada um tem um gene e não pensar que a forma como alguma pessoa age com você é uma máscara. Somos únicos e temos direito de assumir isso sem sermos discriminados.

Mude, seja VOCÊ!


Francine Duque!

Você é mais um alienado? (Ianne Alves)

O vídeo acima, critica o modo da sociedade agir diante da alienação. Algumas pessoas que são alienadas, nem sabem que são alienadas por acreditar em tudo que a mídia fala. As pessoas meio que perdem suas identidades e agem sem saber das coisas. Não luta pelos seus ideais e  se submetem a qualquer coisa, para elas se está na mídia, está certo, se a mídia mostra, é o que devemos fazer. O governo e a mídia são os principais agentes na alienação. Com programas como Big Brother, que não tem um valor cultural e que induz a pessoa a ligar para eliminar “candidatos” e escolher um preferido em um reality show. As pessoas não sabem que perdem o seu tempo precioso, em que podiam estar lendo um livro e jornais para saberem o que se passa pelo mundo. O governo por sua vez sempre diz que está tudo bem, e joga debaixo do tapete as incriveis façanhas como a corrupção e as médias baixas na qualidade de vida do nosso país. Alienação é se deixar levar sem ter opinião e sem saber o porquê das coisas.

Criando pensamentos sustentáveis! (Francine Duque)

Percebo que até pouco tempo a natureza era vista com essa visão simplesmente utilitarista e egoísta, pois se acreditava que ela só tinha significado próprio quando recebia o toque humano.

Mas notei que, nas últimas décadas, com agravamento dos problemas ambientais por todo o planeta essa concepção mudou. Hoje o conceito de meio ambiente trouxe uma nova visão do homem e da natureza, mostrando que os dois estão deveriam estar unidos, no entanto, o homem cada vez mais arruma um jeito de não inverstir em sustentabilidade, sabe por que? Simples, não da dinheiro, para que investir? Um empresário pensa: ” Se eu concordar com a sustentabilidade, vou ter que produzir menos, logo irei lucrar menos, ai não dá né? ” .
sustentabilidade

A humanidade não deve esquecer que os minerais, vegetais e animais são a base de nossa própria vida, por isso, a natureza deve ser tratada com respeito, pois ela é esgotável e não pode ser degradada sem que, com isso todo o equilíbrio dos seres vivos de nosso planeta fique comprometido.

“O ser humano é apenas uma pequena peça incluída numa engrenagem rica e bastante articulada, o que o leva a estar em sintonia com as demais partes.”


Penso que, o homem não deve agir tentando dominar a natureza, mas deve buscar melhores caminhos para viver harmonicamente com ela sob pena de sofrer muito, podendo até mesmo acabar com a espécie humana.

A luta pela convivência pacífica com o meio ambiente deve ser assumida por todas as pessoas, pois isso diz respeito a todos os cidadãos e não somente a alguns grupos isolados da sociedade, como os pesquisadores e ambientalistas.

Afinal, a luta pela construção de um mundo sustentável só será possível quando cada um de nós entender isso e passar a assumir sua parcela de responsabilidade.

Aldeia Global (Luísa Murta )

Para quem não sabe, Aldeia Global é uma teoria criada por McLuhan. Ele acreditava que, enquanto a imprensa nos destribalizou, ou seja, nos separaram, os media eltrónicos estão a retribalizar-nos, ou seja, estão nos juntando de novo. Os media eletrônicos, como celular e internet, então a reconstituir uma tradição oral, pondo todos os nossos sentidos em jogo. O que nos afasta da visão linear e seqüencial do paradigma da imprensa.

A imprensa como jornais, revistas, televisão principalmente, estão condicionados a nos alienar, a nos fazer pensar da maneira que eles querem, a enxergar as coisas a partir da imagem que eles no mostram.

Mas, com o desenvolvimento do telefone, celular, e internet, por exemplo, as pessoas podem conversar, discutir opiniões, e modos de pensar, e ter diferentes visões sobre o mesmo assunto.  Assim não só se encontra aí uma nova visão multisensorial do mundo, mas agora também pessoas de qualquer parte deste podem comunicar como se vivessem numa aldeia.

A imprensa pode te manipular de certa forma, e Mcluhan é contra isso.

Mcluhan não acha que o que importa é o que é divulgado, mas sim acha que devemos considerar o meio, o modo como é divulgado.

A imprensa não é totalmente ruim. Como por exemplo, a televisão. Existem canais educativos, e com conteúdo, e muitas vezes nós, escolhemos não assistir. Nós devíamos abrir a mente para isso. A que damos mais importância.

Luísa Murta
212Mb

Indústria Cultural. Você está sendo manipulado? (Ianne Alves)

 

A música escrita em cima da imagem acima, quer dizer que existem muitos movimentos tentando mostrar que todos somos diferentes e que nos deixamos levar pela indústria cultural, que nos manipula e faz sermos e pensarmos do jeito que ela quer. A Indústria cultural manipula informações e transmite aquilo que é conveniente para o funcionalismo e não diretamente a massa. Homens deixam de ser história e passam a ser meramente números. Não existe um diálogo entre a Indústria cultural e a massa, a massa passa a aceitar aquilo que a indústria cultural propõe, não escolhe o que quer ver ou ouvir, não expõe vontades, da opinião, pedi ou dialoga. Se a massa não gera lucro, não é interessante a Indústria cultural, e se de outra forma, a Indústria cultural sempre se adapta ao gosto de uma massa para que gere lucro sem se preocupar com a vontade de alguém específico ou se isso vai trazer benefícios a essa massa ou não. A indústria cultural não se importa com o que é melhor pra sociedade, com o que fará a sociedade uma sociedade culta, só se preocupa com o lucro que ganha com programas e músicas futeis. Como pode alguém transformar a imagem de Che Guevara em fonte de consumo? Enquanto não percebermos que o Brasil não só vive de cerveja, mulher, carnaval e futebol, continuaremos caminhando cegamente em direção ao abismo da Indústria cultural.

 

Ianne Alves – 212MB